sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Colonia Del Sacramento - Uruguai


Colonia del Sacramento, é uma antiga cidade portuguesa do século XVII. E visitada anualmente por milhares de turistas que acabam ficando encantados pela sua boa e conservada riqueza arquitectônica. Foi tombada pelo Patrimonio Histórico Da Humanidade e as suas principais atraçoes são: o Bairro Histórico, a sua bela Orla , o Porto, o real de San Carlos, (antiga praça de touros)

Colonia del Sacramento é o ponto mais próximo de Buenos Aires na outra margem do Rio da Prata. Por isto, o turista mais comum em Colonia é aquele que chega pela manhã em um catamarã da Buquebus, para um bate-e-volta, vindo diretamente de Buenos Aires.

A rota é operada em vários horários por barcos (buques) de duas empresas.

A Buquebus é a mais tradicional. Tem buques rápidos (1h de travessia) e lentos (3h) e por isso oferece mais horários; todos os buques carregam carros. Há também buques rápidos a Montevidéu (3h).

A Colonia Express é seu concorrente mais novo. Só opera com buques rápidos e não carrega carros.

Durante a semana, as duas costumam ter três horários diários de buques rápidos — no começo da manhã, no meio do dia e à noite.

Nós não usamos este serviço de barcos, pois como estávamos em Montevidéu, a melhor opção foi pegar uma excursão de 1 dia. Para quem está indo para Buenos Aires e se interessar em passar um dia em Colonia Del Sacramento aqui vão as dicas que eu pesquisei na internet.

Como usar o serviço de Buques:

1) Entre nos sites da Buquebus e da Colonia Express para ver os horários e preços do dia desejado. A Colonia Express costuma sair um pouco mais barato e tem um sistema de reservas mais amigável. (Na Buquebus, atenção: os preços mais em conta são dos buques lentos.)

2) Se você vai fazer bate-volta, clique em “Day tour”, tanto na Buquebus quanto na Colonia Express. Na Buquebus, o day-tour em buque rápido sai 218 pesos de segunda a sexta e 238 pesos no fim de semana. A Colonia Express tem day-tours de 175 pesos, incluindo visita guiada (mas os lugares são limitados).

3) Chegue com uma hora de antecedência ao terminal. (O da Buquebus fica na zona portuária; o da Colonia Express, em Puerto Madero.) Motivo: é preciso fazer imigração antes de embarcar.

4) Malas grandes são despachadas. E, como o desembarque de um ferryboatão leva um certo tempo, quando você chega no saguão a bagagem já está rolando no carrossel.

5) Você faz duas imigrações de uma vez só. Em Buenos Aires, o oficial argentino carimba a sua saída e encaminha o seu passaporte ao oficial uruguaio, que fica ao lado e carimba a sua entrada. Acredito que a mesma coisa aconteça em Colonia — ao contrário, claro.

6) Não há poltrona marcada (pelo menos na Buquebus). Se você está em grupo e quer sentar junto, faça logo o check-in e entre na fila.


7) Há uma boa lanchonete a bordo, que aceita pesos argentinos, pesos uruguaios e dólares. Mas o troco vem em pesos (argentinos ou uruguaios, o que você escolher).

8 ) Depois de 10 minutos de viagem abre o free-shop, que permanece aberto até 10 minutos antes do desembarque.

9) A rodoviária de Colonia fica ao lado do ao terminal hidroviário. Querendo fazer de Colonia apenas um pit stop entre Montevidéu e Buenos Aires, sem pernoite, você pode usar os lockers grátis da rodoviária. São pequenos: comportam apenas maletas ou mochilas não muito gordas. Se a sua mala for grande ou os armários estiverem lotados, você pode deixar na lanchonete, que cobra 50 pesos uruguaios por peça.

Voltando aos pontos turísticos ...

Colonia está à beira-rio: o histórico e o vizinho centro comercial ocupam uma peninsulazinha que avança no Rio da Prata. No lugar de traineirinhas e escunas, Colonia exibe veleiros e iates (no portinho da costeira norte) e ferry-boats (no terminal hidroviário da costeira sul). O centrinho histórico tem um passeio à beira-rio murado, voltado para o poente.

Pouco resta da arquitetura original portuguesa; talvez o traçado, algumas casas e o calçamento pé-de-moleque, com canaleta no centro, da Calle de los Suspiros. A maioria das edificações é colonial espanhola ou neoclássica, com uma ou outra casa mais moderna no meio. Toda essa alternância de poder entre Portugal e Espanha influenciou na variedade arquitetônica encontrada em Colonia, que é bem diferente de outras cidades coloniais que temos no Brasil.

O centro histórico está coalhado de restaurantes. Os mais chiques são o Mesón de la Plaza e o La Florida.

Antes mesmo de cruzar o Portón de Campo, uma placa lembra que Colonia recebeu da UNESCO o título de Patrimônio da Humanidade, o que além de ser uma certa garantia de preservação do conjunto arquitetônico, atrai também olhares, turistas e investimentos.


O Portón de Campo é parte da estrutura de uma antiga fortaleza, agora em ruínas, debruçada sobre o rio. Da fortaleza em si sobraram poucos vestígios…


Seguimos então nosso caminho em direção à Calle de los Suspiros, a rua mais bem preservada de Colonia. Na verdade, é uma das poucas ruas que mantém o calçamento de pedra totalmente original




A casa rosa da Calle de los Suspiros é o cartão-postal mais famoso de Colonia .




A Plaza Mayor, fica no coração do centro histórico. Ao redor da praça estão algumas das pousadas mais charmosas de Colonia, além de alguns restaurantes e museus.


Museu Português

Seguindo pela Plaza Mayor, chegamos ao Faro de Colonia del Sacramento.


Em frente ao farol estão as ruínas do Convento de San Francisco, que foi construído em 1694, e destruído por um incêndio apenas 10 anos depois. São impressionantes as paredes que sobraram de pé, com mais de 1 m de espessura.

Vista do farol



Seguindo por tantas ruelinhas super charmosinhas, chegamos ao Paseo San Gabriel, considerado o melhor ponto para se ver o sol se pôr sobre o Rio da Prata. (esta informação eu não sei se é verdadeira, pois não ficamos lá para chegar a informação) (RS......).




Subindo um pouco à frente, chegamos na praça da Igreja Matriz. Nesta praça ficam também as ruínas da Casa do Governador: na prática restou somente o traçado da casa, com a indicação dos cômodos. Pode-se andar sobre elas através de passarelas.



Na praça também fica o El Drugstore, restaurante muito charmoso e carinho (hehehehe).

O entorno do centro histórico é muito mais bonitinho e arrumado do que o que estamos acostumados. O centro comercial de Colonia também tem seu charme;



Trata-se de um lugar cuja visita não requer nenhum esforço além do de chegar lá. Caminhar, fotografar, tomar um café ou uma taça de vinho ao sol. Comprando apenas um ingresso pode-se visitar todos os museus da cidade.



* Créditos:
http://www.idasevindas.com.br/
http://www.viajenaviagem.com/

8 comentários:

Luciana Ramos disse...

Eu adorei qdo fui lá! Passeio barato e gostoso =)

Maitê, tava dando uma olhada nas suas fotos Disney + NY... minha irmã quer fazer essa viagem ano q vem. Vc tem algumas dicas de agência? Como vc fez? Ela não queria excursão...

bjao

Willma disse...

oi, amei seu blog e vou voltar sempre!
aproveito a visita para lhe convidar A UMA SUPER PROMOÇÃO NO ESPAÇO SENHORITA
http://sempresenhorita.blogspot.com/
Não Perca!
Bjos.

• déia musso • disse...

Menina,

Super me realizo vendo as fotos da tua viagem, nossa....qtas coisas lindas!!!!

Isso que é viver amiga, parabéns pelo post...adoro posts das suas viagens!

bzinhos nossos, meu e do bb ♥

Marta disse...

Fotos lindas demais! Adorei o passeio!
Beijocas

Sandrinha disse...

Maitê
Nem preciso mais me preocupar de ir a estes lugares q vc visitou, já me senti realizada.
Vc sabe realmente aproveitar uma viagem!
Parabéns pelas postagens e pelas fotos ficaram ótimas.
Agora conta um segredinho p/ mim. Como vc conseguiu q marido andasse tanto assim sem reclamar? Pelo menos as fotos demonstram q ele tava adorando!
O meu marido não conseguiria me acompanhar,talvez tivesse comigo mais não poderia nem bater fotos pq sua cara denunciaria a felicidade dele por andar tanto.....rsrsrs.
Bjks!!

Sandrinha disse...

Tetê amiga querida!
Tem selinhos p/ vc lá no meu blog.
Tenha um excelente finalzinho de tarde p/ vc.
Beijocas!!

CAROL SATYRO disse...

Lindona, usarei todas as suas dicas... estou pensando em ir para o Uruguai passear, mas estou em dúvida entre Uruguai ou Chile...vou usar tudinho...

Beijos

CAROL SATYRO disse...

Lindona, usarei todas as suas dicas... estou pensando em ir para o Uruguai passear, mas estou em dúvida entre Uruguai ou Chile...vou usar tudinho...

Beijos